ESTUDO COMPARATIVO DE PROTOCOLOS DE EXTRAÇÃO DE DNA EM DIFERENTES TECIDOS DE TILÁPIA DO NILO (OREOCHROMIS NILOTICUS)

Rejane Stubs Parpinelli

Resumo


O DNA corresponde à matéria prima para qualquer conhecimento de genética. Para se efetuar um bom diagnóstico molecular, pode-se utilizar o DNA extraído de diferentes tipos de tecidos, porém com um elevado grau de qualidade. Sendo assim, considerando a praticidade, rapidez e eficiência para obtenção de DNA genômico, efetuou-se este trabalho com o intuito de extrair DNA de diferentes tecidos (nadadeira caudal, músculo e brânquia) de tilápia do Nilo (Oreochromis niloticus) utilizando os protocolos Fenol:Clorofórmio, NaCl e CTAB. As amostras foram quantificadas em espectrofotômetro para determinar a quantidade de DNA e sua pureza através da razão A260 e A280 nm. A análise estatística revelou que com a extração de DNA de brânquias pelo método CTAB e de nadadeiras pelo método NaCl, obtêm-se os melhores rendimentos na quantidade de DNA. Entretanto, as amostras mais puras são obtidas com o uso de Fenol: Clorofórmio. Opta-se, portanto, para o uso em PCR, a utilização do método NaCl em nadadeiras devido a praticidade em obtenção da amostra e rapidez do procedimento. Porém, quando necessário o seqüenciamento, a extração do DNA do tecido nadadeira pelo método Fenol:Clorofórmio, é a opção recomendada.

Texto completo: PDF